quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Cinema,


Óculos no rosto, caderno de anotações do Harry Potter nas mãos, e caneta com cheirinho de chiclete na boca.
É assim que ela está sentada numa das salas do cinema escrevendo enquanto o filme não começa, escrevendo enquanto as luzes ainda estão acesas, escrevendo sobre as pessoas que estão ausentes na sala...
Vale salientar que ela escreve em qualquer lugar, pois as idéias passam correndo por sua cabeça, e colocá-las num papel é a melhor forma de prendé-las no "para sempre".
Um "para sempre" que para a Clara já está definido em idas e vindas do cinema todos os finais de semana, sozinha.

Lucia: Porque você não voltou pra nos ajudar como da outra vez?
Aslam: Nada acontece duas vezes da mesma maneira

-As Crônicas de Nárnia.

5 comentários:

gabriela marques. disse...

Adorei sua ideologia:
"as idéias passam correndo por sua cabeça, e colocá-las num papel é a melhor forma de prendé-las no "para sempre" E esta é a mais pura verdade.

Imenso beijo, obrigada por sua visita!
ótimo final de semana

Au disse...

Consegui imaginar a cena, o filme (Ótimo filme, diga-se de passagen...), Clara sentada e escrevendo enquanto os demais conversam...
Seus textos são ótimos!

Beijo!!!


P.S.: Comprei "As Crônicas de Nárnia" fazem alguns meses e ainda não li. Tenho muita vontade...

Lorena Granja. disse...

Cinema. Sempre mágico!
Sempre penso mil coisas e depois esqueço, por não ter onde anotar.
Beijos

Marcella Leal disse...

Isso de pessoas ausentes, é uma das coisas que mais nos doem e que mais observamos.
Excelente texto e citação de Crônicas de Nárnia.

Beijos.

Au disse...

Saudade de você e dos seus textos.


Beijo!